Obras – Status: ON?

A notícia da última segunda-feira, 15, de um plano de pavimentação no Sul da Ilha alegrou moradores que terão suas ruas contempladas. Como já divulgamos aqui, de um lote de 16 ruas nesta primeira etapa de pavimentação, serão beneficiadas três no bairro da Tapera.  Já na região entre o Ribeirão da Ilha e o Pântano do Sul, o lote prevê a pavimentação de 14 ruas. Ambas as obras contam com prazo de conclusão de 18 meses.

Segundo a assessora da Secretaria Municipal de Obras, Paula Imperial, “a Prefeitura tem um mapeamento da cidade destacando as ruas que têm prioridade de pavimentação. Alguns dos critérios utilizados são o tempo que a rua existe e a quantidade de moradores que vivem nela, por exemplo”. Ainda conforme Paula explicou, para que não haja falsa expectativa sobre os moradores, novos lotes só serão divulgados conforme as obras vão sendo concluídas e mais verba vai entrando.

Elevado Rio Tavares

Segundo a PMF, as equipes de trabalho que envolvem técnicos e fiscais da empresa contratada, da prefeitura e do Badesc, estão enfrentando dificuldades nos últimos dias para realizar uma etapa conhecida na área da engenharia como cimbramento, ou seja, a fixação ou escoramento das bases de concreto armado.  

Neste caso, o solo, que ao longo dos anos sofreu diversas alterações e ainda possui nas proximidades um sambaqui (sítio arqueológico), não é um solo comum. Mas, segundo o secretário municipal de Obras, Rafael Hahne, engenheiro que acompanhou a construção de todos os elevados da cidade nos últimos 15 anos, “é um desafio comum a ser resolvido em uma obra de tamanha relevância. Passamos por problemas semelhantes nos demais elevados construídos na cidade e nenhum deles foi inviabilizado por isso. Apesar desta dificuldade, ainda podemos seguir o cronograma da obra”, explicou.

Sobre o prazo, também de 18 meses para entrega, Hahne afirmou que farão “de tudo para entregar no prazo e, de qualquer maneira, a população pode ficar tranquila: independentemente das dificuldades técnicas, comuns em obras como esta, o elevado do Rio Tavares será entregue. A engenharia é isso: detecta problemas e encontra as soluções”.

Segundo rumores, a obra não tem Projeto Executivo de Fundação do Cimbramento, por isso, quem passa em frente à obra pode verificar a lentidão dos trabalhos. Nossa equipe vai averiguar a situação do elevado junto às autoridades e assim que possível divulgaremos todas as informações no nosso portal. Fique de olho!

Saiba mais sobre o Elevado aqui.

Osni Ortiga

Segundo Paula Imperial, “as obras da Osni Ortiga, na Lagoa da Conceição, devem ser retomadas na semana que vem”. Serão feitos reparos no que já foi construído, deve acontecer a pintura das calçadas, poda do mato e o término da construção dos 400 metros da ciclovia.

“Agora no início de março, receberemos o repasse de aproximadamente R$ 500 mil para finalizar a obra, garantidos através dos pagamentos do IPTU. Assim, conseguiremos terminar os 400 metros que faltam da ciclovia”, afirmou o secretário de Obras, Rafael Hahne.

Depois de pronta (o fim da obra está previsto ainda para este semestre), quem passar pela região poderá aproveitar a estrutura que compreende passeio, ciclovia, paisagismo e nova iluminação, em uma extensão de 2,8 quilômetros, ligando o início do trecho principal da rua à rua Laurindo Januário da Silveira, no Porto da Lagoa.

 

Fonte: PMF

Foto: Petra Mafalda/PMF

 

Da Redação DuCampeche