Operação Verão da Comcap inicia no dia do Natal

Operação Verão Comcap

Com o reforço de 121 trabalhadores em contrato temporário, depois do Natal, a limpeza urbana da Comcap - Companhia Melhoramentos da Capital - passa a ser diária nos principais balneários da Ilha.

A limpeza da orla será feita diariamente em todos os balneários e a coleta de resíduos sólidos será feita de domingo a sexta, nas ruas gerais que concentram o fluxo turístico no Sul da Ilha. 

Roteiros de coleta diária Operação Verão 2016/2017 – Costa Leste e Sul da Ilha

                                                                                                                

- Avenida das Rendeiras e geral da Joaquina

Coleta convencional:       Domingo a sexta no verão, 7h       Coleta seletiva:   Quinta, 7h

- Lagoa da Conceição  (região comercial)

Coleta convencional:   Domingo a sexta no verão, 7h          Coleta seletiva:    Terça, 7h

- Lagoinha:                                           

Coleta convencional:   Domingo a sexta no verão, 7h       Coleta seletiva:   Terça, 13h

- Campeche (av. Pequeno Príncipe e do Campecheaté o Riozinho):                        

Coleta convencional: Domingo a sexta no verão, 7h       Coleta seletiva:   Sexta, 7h

- Morro das Pedras e Armação (só gerais) : 

Coleta convencional:  Domingo a sexta no verão, 7h     Coleta seletiva:    Quinta, 7h

- Pântano do Sul, Açores e Solidão (só gerais):

 Coleta convencional:  Domingo a sexta no verão, 7h     Coleta seletiva:    Quinta, 7h

 

Lixo zero na praia

De acordo com o gerente do Departamento de Coleta da Comcap, Ulisses Bianchini, o empenho da Comcap nesta temporada será para conseguir a colaboração do usuário. Tanto para arrumar adequadamente os resíduos em contentores e para que estes equipamentos sejam dispostos na rua no horário certo, quanto para que seja reduzida a produção na orla.

‘‘Não faz sentido o veranista ir à praia com uma sacola cheia de bebidas e alimentos e, depois de consumi-los, largar lá as embalagens que deveriam ser encaminhadas à coleta seletiva”, aponta ele. A logística de coleta seletiva na faixa de areia seria muito onerosa ao poder público, por isso a Comcap orienta o morador e o turista a levar de volta e separar em casa os resíduos recicláveis, dando-lhes o destino adequado.

 

Adequação de custos

Nas últimas temporadas, informa o presidente Marius Bagnati, a Comcap conseguiu reduzir custos operacionais da coleta em praticamente meio milhão de reais, depois de investir em novos caminhões coletores e na descentralização dos roteiros. A mesma logística será aplicada este ano com limpeza noturna na orla e o uso de seis quadriciclos para o transporte dos resíduos até as caixas estacionárias instaladas em pontos estratégicos dos balneários.

Essa mudança também humanizou o serviço dos praieiros que antes precisavam carregar os sacos por longas distâncias.

Aumento de 56% no pico do verão

A produção de resíduos sólidos em Florianópolis aumentou 56% no pico do verão passado. Entre metade de dezembro e de janeiro deste ano, por exemplo, foram gerados 8,3 milhões de quilos de resíduos a mais do que num mês de baixa temporada, lembra Bagnati.

Com uma média de 1,1 quilo de produção de resíduos per capita, é como se, nestes dias de verão, vivessem em média 713 mil em Florianópolis. “Em dias como 28 de dezembro e 4 de janeiro, a produção de resíduos indicou que mais de 1,1 milhão estiveram ao mesmo tempo na cidade”, informa Bagnati. A produção nas praias do Sul, ainda se mantém estável.

Investimento em modernização

Desde 2013, a Prefeitura Municipal de Florianópolis investiu R$ 12,8 milhões em modernização da Comcap. Foram adquiridos 16 caminhões coletores de resíduos, dois  caminhões roll-on-roll-off (com caixas estacionárias para resíduos volumosos como poda) , um caminhão sucateiro para coleta exclusiva de materiais recicláveis como vidro, três caminhões poliguindastes para remoção de caixas estacionárias (tipo brooks), três vans para maior conforto e segurança no transporte de pessoas, três minicarregadeiras, dois veículos elétricos para limpeza urbana na área central, uma retroescavadeira, oito cortadores de grama giro zero, seis quadriciclos para limpeza da orla e 41 caixas estacionárias.

Coleta normal nos feriados

A coleta convencional e a seletiva serão mantidas normalmente no Natal e Ano Novo.

 

Dicas para o Verão

  • Respeitar dias e horários da coleta de resíduos sólidos.
  • Produzir menos lixo, reduzindo o consumo de embalagens e encaminhando os recicláveis (papel, plástico, vidro e metal) para a coleta seletiva da Comcap.
  • Retornar da praia com as embalagens vazias para encaminhá-las à coleta seletiva.
  • Só deixar na lixeira da praia o que não puder separar melhor em casa. Nunca deixar lixo na areia.
  • Nunca jogar lixo no chão. Na orla, usar as lixeiras indicadas pela Comcap. Na rua, usar as papeleiras azuis da Comcap para microlixo como papeis de bala ou ponta de cigarro. Garrafas e outras embalagens levar de volta para casa e destinar à coleta seletiva.
  • Jamais atirar lixo pela janela do carro. Usar uma sacolinha retornável acoplada ao câmbio.
  • Estabelecimentos que comercializem bebidas engarrafadas em embalagens de vidro não retornáveis deverão acondicioná-las em caixas de papelão ou sacos só com embalagens de vidro e dar destino conforme a Lei  8657/2011 e Decreto 14.945.
  • Resíduos volumosos devem ser levados até os Ecopontos da Comcap.
  • Participar da coleta seletiva da Comcap, separando papeis, vidros, plásticos e metais para a reciclagem. Os materiais recicláveis para a coleta seletiva devem estar limpos. Podem ser lavados junto com a louça para economizar água. Reduzir, sempre que possível, o volume desses materiais, desmontando as caixas de papelão e amassando as embalagens de plástico e metal.

 

 

Redação DuCampeche

Fonte: Comcap