Prefeitura deve pagar indenização para motociclista que ficou tetraplégico no Rio Tavares

Em 2012, um motociclista que transitava pelas vias do Rio Tavares perdeu o controle da direção e bateu contra uma árvore. Conforme informa o processo, as más condições das vias na região provocaram o acidente, com vários buracos em decorrência de obras, não havendo sinalização. 

A vítima, Ronei Danielli, era técnico em edificação e após o acidente ficou tetraplégico, sendo impossibilitado de exercer a sua profissão.

O caso ocorreu durante a administração anterior, e por isso, a Prefeitura informa que vai estudar o processo antes de se posicionar, mas chegaram ainda a dizer que a culpa era o condutor por dirigir no acostamento. Ronei nega a acusação e diz não haver provas sobre a tráfego no acostamento. 

A Prefeitura de Florianópolis foi condenada a pagar indenização ao motociclista, que ganhou em Justiça o direito de receber R$ 93,7 mil em danos morais e R$ 2,5 mil em pensão mensal.

Redação DuCampeche